segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Comerciante foi brutalmente assassinado na zona rural em Xinguara

O comerciante no ramo de ferro velho e pecuarista, José Marcos Silva Barbosa, de 46 anos de idade, foi assassinado no último sábado 29 de outubro, próximo a sua propriedade rural localizada na gleba 21 no município de Xinguara. José Marcos seguia pela vicinal que dá acesso a sua propriedade, quando aconteceu a emboscada. Dois homens encapuzados, armados de revolveres e escopeta calibre 12, saíram de dentro do mato e efetuaram um disparo de escopeta em direção a caminhonete S10, de propriedade de José Marcos, o tiro atingiu o capô e o para-brisa do veiculo, onde estava a vítima e outras pessoas. 
O tiro que atingiu a caminhonete não chegou a ferir ninguém que estava no interior do veiculo. As pessoas apavoradas se abaixaram para se proteger de outros possíveis disparos, José Marcos abriu a porta da caminhonete e saiu em disparada tentando fugir dos pistoleiros, mas foi atingido nas costas por um tiro de escopeta. José Marcos caiu debaixo de uma ponte, um dos criminosos foi até a ponte e atirou de cima para baixo, atingindo a cabeça do produtor rural. 
Um sobrinho de José Marcos, que não quis ter seu nome divulgado, estava na carroceria da caminhonete, viu todo o acontecido ele relatou a ação dos pistoleiros aos policiais civis da Delegacia de Xinguara. Segundo o rapaz de 22 anos de idade, depois de atirar na S10 e dar o primeiro tiro em seu tio, os pistoleiros fez com que todos saíssem da caminhonete e do gol que havia dado problema no funcionamento e estava sendo rebocado, o rapaz disse que todos foram revistados pelos autores do crime, após isso um dele foi até a ponte e atirou novamente em José Marcos. 
Retornando para onde estava todos sobre a mira da arma do seu comparsa, o pistoleiro perguntou quem sabia dirigir, como todos ficaram calados o homem ameaçou atirar em uma criança que estava nos braços do rapaz, foi então que ele disse que sabia dirigir, os dois criminosos fez com que ele conduzisse a caminhonete por cerca de 3 Km, segundo ele que durante o trajeto os homens falavam para ele ficar tranquilo, pois o que eles foram fazer eles já tinham feito, em seguida os pistoleiros mandaram que o rapaz parasse o veiculo e descesse, os criminosos ordenou que ele jogasse a chave no chão e corresse sem olhar para trás. Os autores do crime tomaram rumo ignorado e estão sendo procurados pela polícia. 

José Marcos comemoraria seu aniversario no domingo, por isso estava indo para sua fazenda para mata uma novilha e prepara tudo para receber seus parentes, amigos e convidados. Ainda não se sabe as causas que levou José Marcos a ser assassinado, a Polícia Civil trabalha com a linha de investigação de crime de encomenda. (Roserval Ramos)