segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Padrasto que matou menina em Santana do Araguaia é condenado a 30 anos de prisão

Aconteceu no dia(28) de novembro, um importante julgamento criminal no fórum de Santana do Araguaia, o caso em questão é do assassinato da adolescente Natália Milhomem da Silva de 12 anos. 
O crime aconteceu no dia 19 de maio de 2014 e chocou a população do município pela crueldade e frieza a qual o fora cometido. A adolescente foi encontrada morta pela mãe e pelo padrasto Jardieis Lima, o corpo estava pendurado com uma corda no pescoço. 
Ao ser indagado sobre o acontecido o padrasto da menina entrou em contradição, o que o colocou como principal suspeito. O corpo de Natália foi levado para perícia e fundamentado evidencias contra Jardieis Lima. 
O técnico em enfermagem esteve preso em Redenção durante este período aguardando o julgamento. O julgamento teve início por volta das 9h e só terminou às 23 horas. 

O júri entendeu que o crime foi cruel e cometido com frieza, pois o acusado vinha assediando a menor já há algum tempo, por isso sentenciou o técnico em enfermagem Jardieis Lima, a 30 anos e 4 meses de prisão. (Fonte: www.nortearaguaia.com.br)