sexta-feira, 24 de março de 2017

DECA prende acusado de participar da morte do líder de assentamento em Rio Maria

Enivaldo vulgo Vermelhão.
O trabalho realizado por policiais da Delegacia de Conflitos Agrários-DECA, da cidade de Redenção, que tem a frente o delegado Valdivino Miranda, com o apoio do Núcleo de Apoio a Investigação-NAI- Sul, que contou com a parceria de policiais civis das cidades de Confresa e Querência, no Estado de Mato Grosso, conseguiu cumprir mais um mandado de Prisão Preventiva expedido pela justiça de Rio Maria. Enivaldo Emiliano Cardoso, vulgo ‘’Vermelhão’’, foi preso na tarde da quinta-feira (23), na cidade de Querência, onde tentava se esconder da polícia.
‘’Vermelhão’’, está sendo acusado de participação no assassinato de Nedir Antônio de Moraes, do líder do assentamento Escalada do Norte, localizado no município de Rio Maria. Nedir, foi assassinado a tiros no dia 01 dezembro de 2016, em uma emboscada, planejada por Vermelhão, Zé Milton, Moacir Abreu, Francisco Pereira. A mulher da vítima Na ação acabaram por lesionar também a esposa da vítima no pescoço, além da enteada, que foi ferida no braço direito.
De acordo com a polícia os criminosos utilizaram rifles calibre 44 e 38 para o cometimento do crime. Ainda de acordo com as investigações, grupo planejou executar Nedir, porque este era uma das lideranças no assentamento denominado Escalada do Norte, e era considerado como um obstáculo para as pretensões do bando, que pretendia se apossar das áreas de terras no assentamento, com a finalidade de comercialização. 

Todos os envolvidos no crime foram presos pela polícia. Vermelhão, assim como os demais comparas, vai responder pelos crimes de homicídio qualificado, porte ilegal de armas e munições, associação criminosa armada.  Objetos desta investigação, os criminosos também cometeram outras condutas ilícitas tais como furtos e roubos de motocicletas, tráfico de drogas, além de crimes de pistolagem. (Dinho Santos)