quinta-feira, 29 de junho de 2017

Helicóptero faz buscas em área onde teria caído avião em Marabá

Gabinete do prefeito Tião Miranda recebeu ligações da Imprensa porque suspeita era de que o gestor de Marabá estaria na aeronave

Helicóptero faz buscas em área onde teria caído avião 
em Marabá.
Aeronave do Graesp está sobrevoando a região entre a Vila Sororó e Eldorado do Carajás para checar informação repassada
Um helicóptero do GRAESP (Grupamento Aéreo de Segurança Pública) da Polícia Militar do Pará, sobrevoa neste momento uma área entre os municípios de Marabá e Eldorado de Carajás, onde teria supostamente caído um avião de pequeno porte no final da manhã desta quinta-feira. A notícia ou possível boato se espalhou como pólvora pelas redes sociais no início da tarde de hoje, por intermédio de um áudio de um comunicador que se identifica como sendo do Jornal “A Notícia”, o qual informava que “evidências apontam para a queda de um avião próximo a Marabá, e que um prefeito da região estaria abordo”.
Esse mesmo áudio dava conta que a aeronave acabara de cair próximo a uma comunidade conhecida como Vila das Bananas, a 45 km de Marabá. A presença do dito prefeito teria sido repassada por uma “fonte não confirmada”, o que soa bastante estranho, dizendo que saberia o nome do prefeito da região, mas não queria informar ainda.
Um agricultor, que residiria na fazenda Peruano, próximo à Vila das Bananas, teria informado que ouviu um grande estouro e parecia que o mundo estava se acabando.
William, servidor da Infraero em Marabá, disse que o áudio que circula pelas redes sociais foi enviado para o CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), mas também não havia nenhuma confirmação nesse sentido. O único aeródromo às proximidades está em nome de Benedito Mutran, mas não está homologado perante a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). “Não há nenhum plano de voo de aeronave naquela região entre a Vila Sororó e Eldorado de Carajás”, disse.
Foi William quem informou que o helicóptero da Aeronáutica sobrevoaria a área por volta de 16 horas e até o final da tarde haverá mais informações sobre o assunto.
Um repórter da região publicou há poucos minutos que a "Infraero em Carajás negou que houve queda de qualquer aeronave na região. Segundo informações, o que ocorreu foi uma explosão de rochas (dinamite) hoje, por volta das 11 horas, na pedreira próxima a Eldorado dos Carajás. Pode ser esse o motivo da especulação", diz nota do jornalista.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Marabá confirmou que houve várias ligações para o Gabinete do prefeito Tião Miranda para saber se ele não estaria na suposta aeronave que desapareceu. Até mesmo uma equipe da TV Liberal fez esse questionamento. Todavia, o prefeito se encontra em Marabá e está trabalhando normalmente. (Correio de Crajás - Ulisses Pompeu)