sexta-feira, 23 de junho de 2017

Justiça Eleitoral cassa mandato do vereador marabaense Miguelito Gomes

Juiz da 100ª ZE acatou denúncia de conduta vedada, feita pelo Ministério Público Eleitoral. Cabe recurso ao TRE-PA

Miguelito perdeu o mandato.
Em decisão proferida em (21/06) e fixada no mural do Cartório Eleitoral da 100ª Zona, o juiz Amarildo Mazutti condena o vereador Miguel Gomes Filho (PP), da Câmara Municipal de Marabá, a perda do mandato conquistado nas eleições de 2016.
A sentença tem base em denúncia do Ministério Público Eleitoral (MPE), de conduta vedada.
Segundo o MPE, Miguelito, como é mais conhecido o vereador, tinha forte poder de mando na Secretaria Municipal de Agricultura, onde seu irmão Pedro Torres da Silva era o titular, tendo influenciado na contratação de servidores, os quais, ainda de acordo com a denúncia do Ministério Público, trabalharam na campanha dele à reeleição.
Segundo fonte do Cartório, os advogados de Miguelito, eleito com 2.510 votos, já foram notificados e estão providenciando recurso ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o que garante efeito suspensivo na sentença e permite que o vereador continue no mandato até o julgamento. (Por Eleutério Gomes – de Marabá)