segunda-feira, 5 de junho de 2017

Polícia Federal organiza esquema de trabalho para investigar chacina em Pau D'Arco

A Superintendência da Polícia Federal no Pará recebeu na tarde desta segunda-feira (5) o despacho da sede da PF em Brasília para atuar nas investigações da morte de 10 trabalhadores rurais na fazenda Santa Lúcia, em Pau D'Arco, no sudeste do Estado. 
Nove homens e uma mulher morreram no dia 24 de maio durante ação das polícias civil e militar que tinha como objetivo cumprir mandados de prisão preventiva. 
O ministro da Justiça Torquato Jardim, que tomou posse na quarta-feira (31), definiu a atuação da Polícia Federal nas investigações da chacina, que serão realizadas por meio da delegacia da PF em Redenção. Um inquérito será aberto com prazo de conclusão de 30 dias. 
O superintendente da PF no Pará já organizou o esquema de trabalho para iniciar a investigação. Foram preparados os ofícios para solicitar as informações do que já foi apurado pela Polícia Civil e pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual.

O objetivo é verificar o que ainda precisa ser feito pela Delegacia de Redenção, que vai ficar responsável pela investigação da PF. Uma equipe com peritos de outras localidades do estado será encaminhada para a área, para fazer uma reprodução simulada do caso, reconstituindo os detalhes do caso na fazenda. (G1/PA)