quarta-feira, 7 de junho de 2017

Professores estaduais começam hoje a pressionar

Já no Ministério Público Estadual, os professores pretendem 
questionar a situação do Instituto de Assistência 
dos Servidores do Pará (Iasep) (Foto: Agência Brasil).
Diante de problemas que vão desde a estrutura das escolas até o atendimento oferecido pelo plano de assistência e o pagamento do piso salarial, professores da rede pública Estadual organizam uma série de mobilizações que iniciam hoje, com uma tentativa de reunião com representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Uma paralisação está prevista para o próximo dia 22 de junho, quando a categoria pretende realizar a Marcha Estadual da Educação, em Belém.

Coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), Alberto Andrade aponta que a grande quantidade de problemas enfrentados hoje pela educação no Pará levou os professores a votarem, na última assembleia, um calendário de ações para este mês. Na manhã desta quarta-feira, um grupo de professores devem se dirigir à Seduc para discutir questões relacionadas a folha de pagamento. “Ainda vem ocorrendo vários erros de lotação e de descontos na folha de pagamento de professores”, aponta Alberto. (Cintia Magno/Diário do Pará)