segunda-feira, 10 de julho de 2017

PAU D’ARCO: Justiça decreta prisão de 13 policiais que participaram da operação na fazenda Santa Lúcia

Enquanto se discutia a possível delação premida feita pelo comandante da Polícia Militar e do delegado que participou da operação na fazenda Santa Lúcia, em Pau D’Arco no dia 19 de maio, na manhã desta segunda-feira (10), o juiz da Vara Criminal de Redenção, Haroldo Silva da Fonseca decretou a prisão temporária de 13 policiais que participaram da ação. Ao todo 29 policiais participaram da operação, sendo 21 militares e oito civis. 
O delgado da Polícia Federal que está à frente do caso, Marcel Maranhão, se dirigiu ao Comando Regional da Polícia Militar (CPR), para fazer a prisão e coordenar a viagem dos mesmos para Belém. Os pedidos de prisão foram feitos pela 5ª Promotoria de Justiça, em Redenção responsável pela apuração. 
No final desta manhã, os policiais um a um foram chegando com malas ao Comando Regional da PM em Redenção. No início da tarde, policiais do Grupo Tático fecharam o acesso ao aeroporto da cidade, onde existia uma grande movimentação de viaturas da polícia. Nossa equipe apurou que um avião da Polícia Federal estaria no aeroporto para levar os presos para Belém. 

Os mandados foram contra os policias: Carlos Kened Gonçalves de Souza – coronel PM; Rômulo Neves de Azevedo – Tenente PM; Cristiano Fernando da Silva - cabo PM; Rodrigo Matias de Souza – Soldado PM; Advone Vitorino da Silva 2º sargento PM; Jonatas Pereira e Silva – Soldado PM; Neuily Sousa da Silva – Soldado PM; Welington da Silva Lira – soldado PM; Orlando Cunha de Sousa – 3º sargento PM; Ronaldo Silva Lima – sargento PM; Ricardo Moreira da Costa Dutra – Cabo PM; Douglas Eduardo da Silva Luz – Escrivão da PC; e Euclides da Silva Lima Junior – Investigador (Lourivan Gomes/Jornal a Noticia)