terça-feira, 11 de julho de 2017

Vigilante é morto e tem orelha levada pelo assassino em Parauapebas

Um vigilante foi morto com um golpe de terçado na cabeça na madrugada de terça-feira (11) de julho, na pedreira de extração de granito onde trabalhava em Parauapebas.  

A vítima, identificada como Márcio Alves Pinheiro, de 28 anos, teve a arma de fogo que portava e colete da empresa de segurança para qual trabalhava levados pelos assassinos. Uma orelha da vítima também foi levada, como se fosse um troféu.  O caso está sendo investigado pela 20º Seccional de Polícia de Parauapebas.